top of page

Atualizado: 28 de ago. de 2023

Ao procurar uma casa para comprar ou arrendar, o primeiro passo é geralmente explorar as ofertas disponíveis nos portais imobiliários. Procuramos um espaço que nos agrade e nos identifique, não apenas como uma casa, mas sim como um lar (Home Staging. Começamos pela localização e pelas características que nos interessam, e só depois olhamos para os imóveis em si. A parte emocional entra em jogo quando visualizamos as fotos e imaginamos como será viver naquele espaço, planejando o layout e o mobiliário para cada divisão. A partir daí, começa a construção de um sonho.



O Home Staging é uma porta de entrada que apela ao emocional e entra no "coração" das pessoas que querem comprar ou arrendar, fazendo com que o imóvel não seja apenas um espaço, mas sim "O" espaço. Destaca os pormenores e benefícios que fazem toda a diferença na decisão de compra ou arrendamento. Esta técnica permite vender um sonho, um espaço organizado, otimizado e decorado, pronto a habitar. O comprador não precisa gastar tempo e energia para "construir" o seu sonho, ele já vem com "tudo incluído", bastando personalizar com alguns ajustes de carácter pessoal, uma vez que o processo de home staging implica despersonalização.

Aliado a uma foto-reportagem e promoção profissional, o Home Staging garante por si só o melhor resultado para os proprietários. Esta estratégia também se aplica a espaços turísticos, onde o objetivo é ser a primeira escolha dos hóspedes.


Vale a pena o investimento?


Sempre, pois os benefícios superam os custos. Segundo as estatísticas, um investimento na ordem dos 1 a 3% pode gerar uma valorização de 7 a 15%. Esta técnica visa acelerar a venda e não apenas conseguir um preço mais alto.


Se pretende diferenciar o seu imóvel da concorrência, o Home Staging é uma estratégia de marketing ideal para impulsionar a promoção, como qualquer outro produto que necessita de se destacar. Com algumas modificações, uma reorganização e otimização do espaço, inclusão de alguns elementos decorativos, pode-se potenciar o imóvel, sem que sejam necessárias obras. Um cenário decorado, organizado e visualmente confortável será seguramente uma abordagem assertiva e eficaz nos portais de divulgação.


No entanto, existem vários fatores a ter em conta, que podem ser definidos e analisados mediante um estudo de mercado, como a localização, os valores, a concorrência e o perfil de comprador. Se o preço idealizado estiver desajustado, o imóvel não irá gerar contactos e o seu apartamento apenas ajudará a vender outros com as mesmas características e preço mais baixo.


Para realizar este processo, é importante fazer algumas perguntas-chave, tais como "Qual é o valor atual do meu imóvel?" e "Qual é o potencial de valorização com um processo de home staging?". Para obter respostas precisas a essas perguntas, é altamente recomendável procurar a ajuda de um consultor imobiliário qualificado. Além de fornecer informações precisas sobre o valor atual e potencial de valorização do seu imóvel com o home staging, um consultor imobiliário pode ajudá-lo em todo o processo de venda, desde a preparação do imóvel até a negociação final.


Que tipo consultor devo escolher, para ajudar-me a vender a minha casa?


Ao escolher um consultor imobiliário, é importante escolher alguém com experiência e conhecimento no mercado imobiliário. Além disso, é importante escolher alguém que tenha boas referências de outros clientes e que esteja disposto a trabalhar em exclusividade, para que possa concentrar seus esforços em promover a venda do seu imóvel.

Um consultor imobiliário que trabalha em exclusividade terá mais incentivo para promover e vender seu imóvel, porque sabe que terá uma comissão garantida no final. Além disso, um bom consultor imobiliário deve ser capaz de oferecer um plano de marketing personalizado para ajudar a promover a venda do seu imóvel, e também deve ser capaz de acompanhar todo o processo de venda, desde a qualificação de potenciais compradores até a conclusão da venda.

É importante que você se sinta confortável com o consultor imobiliário escolhido e que possa confiar nele para cuidar dos seus interesses e garantir o melhor negócio possível para si. Não hesite em fazer perguntas e pedir referências antes de tomar uma decisão final sobre quem escolher para ajudá-lo a vender sua casa.



3 visualizações0 comentário

O design de interiores é uma forma de comunicação que lida com emoções e sensações. O desafio para um designer ou decorador é compreender as necessidades e desejos do cliente e, antes de materializar um projeto de interiores, é essencial apresentar uma proposta que proporcione uma pré-visualização do resultado final. Para isso, é possível utilizar desenhos, renderizações e concept boards (design and mood boards), considerando todos os elementos propostos, como materiais, dimensões, proporções, mobiliário, formas, cores, tecidos, padrões, texturas e iluminação, para gerar uma combinação coordenada e ambientes organizados.



O ponto de partida é criar um conceito, baseado na ideia "primária" do cliente que reflita sua personalidade, estilo de vida, experiências, necessidades, valores, exposição social, estética, conforto e segurança. Na decoração de interiores, é essencial pensar "fora da caixa" para obter resultados surpreendentes. Muitas vezes, os clientes têm receio de arriscar na decoração e tendem a condicionar as escolhas dos materiais com ideias pré-concebidas, o que torna ainda mais desafiador o trabalho do decorador.



11 visualizações0 comentário

Tem uma grande importância na vida das pessoas, pois é o ambiente onde elas passam a maior parte do seu tempo, onde vivem, trabalham, estudam e se divertem. O espaço físico influencia diretamente no bem-estar, saúde, produtividade e qualidade de vida das pessoas. Um espaço físico adequado deve ser seguro, confortável e funcional. Deve ser capaz de atender às necessidades básicas das pessoas, como abrigo, alimentação, higiene e descanso. Além disso, deve ser um ambiente agradável, que proporcione bem-estar e satisfação, tanto para o corpo quanto para a mente. No ambiente de trabalho, por exemplo, um espaço físico inadequado pode afetar diretamente a produtividade e a motivação dos funcionários. Um espaço mal iluminado, com pouco conforto e sem boa circulação de ar pode levar a problemas de saúde, como dores de cabeça, fadiga e até mesmo estresse. Por outro lado, um ambiente de trabalho bem iluminado, confortável e funcional pode contribuir para uma maior motivação, produtividade e satisfação dos funcionários. Na vida pessoal, o espaço físico também tem um papel importante. Um ambiente bem decorado, organizado e limpo pode contribuir para o relaxamento e o bem-estar das pessoas. Por outro lado, um ambiente desorganizado, sujo e mal iluminado pode levar ao estresse, à ansiedade e à insatisfação. Portanto, é fundamental que as pessoas dediquem tempo e esforço para criar e manter um espaço físico adequado, que atenda às suas necessidades e proporcione bem-estar, saúde e satisfação. Com um ambiente adequado e agradável, as pessoas podem viver e trabalhar de forma mais saudável, produtiva e feliz.



Se deseja melhorar e decorar a sua casa, é importante começar por analisar cuidadosamente as suas necessidades. Considere vários aspetos, como o conforto, a circulação, a funcionalidade que pretende em cada ambiente, espaços para arrumação, zonas de trabalho, descanso, lazer, refeições, higiene e todos os detalhes que deseja incorporar no seu espaço, para que este fique personalizado e devidamente organizado. Atualmente, existem diversas soluções disponíveis para atender a cada tipo de pessoa, caso ou situação. Portanto, antes de iniciar qualquer projeto de melhoramento ou decoração da sua casa, é importante que se dedique tempo para refletir sobre suas necessidades e desejos. A partir dessa análise, poderá procurar soluções que satisfaçam os seus objetivos e adequem-se ao seu estilo de vida e orçamento. Com a orientação de profissionais capacitados e experientes, poderá criar um ambiente aconchegante, confortável e agradável para si e para toda a sua família. Lembre-se sempre de que a sua casa é o seu refúgio e deve ser um espaço que reflita a sua personalidade e que lhe proporcione bem-estar e felicidade.



182 visualizações0 comentário
1
2
bottom of page